sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Os Democratas derrotaram o muro de Trump

O fim do Shutdown nos Estados Unidos representa a primeira vitória dos Democratas desde que retomaram o controlo do Congresso após as eleições intercalares de Novembro 2018.

Após um mês e meio de intensas guerras com ameaças de adiar o discurso do Estado da União na próxima terça-feira, Donald Trump cedeu de uma forma que não seria previsível. Apesar das várias tentativas de contornar o problema, como dizendo que se trata de uma situação temporária até ao dia 15 de Fevereiro, não há volta a dar porque dentro de poucos os dias haverá outros assuntos para serem tratados. 

A resistência do líder norte-americano não poderia durar mais tempo devido às pressões internas, como os comentadores televisivos, as sondagens e a necessidade dos serviços públicos reabrirem. 

A construção do Muro ficou definitivamente encerrada porque as próximas batalhas políticas serão mais complicadas de resolver, sendo que, no orçamento 2020 dificilmente haverá financiamento para os assuntos que dividam o país. Trump também sabe que a questão tem de ser adiada para um eventual segundo mandato. Contudo, na campanha precisa de arranjar novos argumentos porque os democratas vão utilizar o tema da imigração para o atacar com força. 

Na minha opinião, uma vitória do actual Presidente dentro de ano e meio significa uma mudança profunda no sistema de imigração norte-americano, bem como noutras latitudes, nomeadamente na Europa, que irão copiar o modelo que vier a ser implementado.

Neste momento, prevaleceu a maioria no Congresso, sobretudo na Câmara dos Representantes. No entanto, haverá uma resposta forte no discurso anual do Presidente no Capitólio, mais direccionado para os erros cometidos pelos democratas, mas também com uma vontade de conquistar a confiança da população.

Sem comentários:

Share Button