quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Marcelo é o único que se preocupa com as vítimas dos incêndios

A onda de solidariedade da sociedade portuguesa na tragédia dos incêndios não está a chegar às populações afectadas como se queixam alguns autarcas. 

Num instante todos os intervientes políticos que se aproveitaram politicamente do problema não se lembram do que aconteceu em Junho e Outubro. Todos menos um. Nesta questão, Marcelo Rebelo de Sousa é a única figura política que não abandonou as pessoas que perderam tudo. O trabalho dos autarcas também tem sido importante, mas o Presidente da República mostra um enorme empenho em levantar o moral às pessoas e fazer com que o prometido seja cumprido. 

A sensibilidade social é uma das principais campanhas desta presidência. Contudo, Marcelo exagera em obrigar as pessoas a participarem num mediatismo nem sempre aceitável. Nesta situação, o Chefe do Estado manteve o afecto e o empenho na resolução do problema social mais grave do ano em Portugal. Pelo contrário, governo e partidos políticos colocaram o tema na gaveta. 

A forma como o Presidente da República acompanha as pessoas engrandece os políticos, mas o aproveitamento dos restantes torna a classe mais pequena. As preocupações sociais não são exclusivas de Marcelo, já que, a agenda de Cavaco Silva também promoveu inúmeras batalha, embora sem alarido mediático. 


Sem comentários:

Share Button