Etiquetas

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Continua a revolta da população

A eleição de Donald Trump para a Casa Branca trouxe algo que nunca se imaginava acontecer nos Estados Unidos. A revolta da população e sectores da sociedade norte-americana nunca tinha sido um hábito em anteriores eleições, mesmo com a vitória de outros presidentes polémicos, como por exemplo George W.Bush.

A verdade é que nunca a campanha eleitoral tinha sido dura e chegado a um ponto sem retorno, no que toca à linguagem e atitude dos candidatos. Na minha opinião, a vitória de Hillary Clinton também tinha o mesmo efeito porque a antiga secretária de Estado nunca caiu no goto das pessoas. O triunfo de Trump também se deve à fraca qualidade da opositora. 

As decisões políticas de Trump terão o mesmo impacto que os escândalos de corrupção no governo de Dilma Rousseff. Isto é, qualquer medida menos popular vai ser alvo de grande instabilidade social. O principal inimigo do novo Presidente não serão as elites políticas, em particular do Partido Republicano, mas o sentimento de revolta que caiu junto das pessoas.

1 comentário:

João Menéres disse...

Se a Hillary não fosse ambiciosa e nem sequer se candidatasse, o Trump não teria sido eleito, digo eu...

Share Button