Etiquetas

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

A nova administração Trump não é anti-sistema

As prováveis nomeações de Donald Trump para o gabinete mostram que o novo Presidente vai estar rodeado de pessoas ligadas ao Partido Republicano e à política nacional. Os homens mais falados para ocuparem posições chaves têm experiência como governadores, senadores e mesmo na condição de Speaker da Câmara dos Representantes, como é o caso de Newt.Gringrich.

A maioria dos nomes falados são pessoas anti-sistema, mas não deixam nem nunca deixaram de fazer parte do Partido Republicano em todos os momentos, pelo que, haverá sempre uma ligação ao poder estabelecido no Congresso. Não acredito que Donald Trump consiga implementar algumas das políticas mais polémicas se confirmar algumas nomeações avançadas pela imprensa norte-americana, como é o caso de Gringrich, Giuliani e Chris Christie. Os três conhecem bem os bastidores e nunca se afastaram do establishment porque foram eleitos para os cargos que ocuparam durante anos à custa da ajuda do Partido Republicano. Isto é, as figuras mencionadas supostamente começaram a ser anti-sistema porque apoiaram Donald Trump. 

O aspecto negativo dos rumores é a pouca presença de pessoas que não estão ligadas à política. Repito. A lista de candidatos tem imensos nomes com experiência política. Os corredores de Washington precisam de pessoas que se saibam defender, mas a campanha do empresário foi sempre virada para a necessidade de trazer outras visões para a administração. Parece que isso não vai acontecer.

Perante o cenário, não vai ser possível ao Presidente ter uma agenda revolucionária como prometeu durante o último ano de campanha eleitoral. 

Sem comentários:

Share Button