sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Trump ainda pode mudar a tendência das sondagens

A campanha norte-americana corre favoravelmente a Hillary Clinton, mas Trump ainda deve ter alguma jogada na manga para contrariar a tendência de voto. Nos Estados Unidos raramente se ganham eleições antes do tempo e com base em sondagens realizadas para todos os gostos. Ainda por cima estamos perante uma eleição de um novo Presidente que pode não ficar durante quatro anos na Casa Branca devido aos fracos índices de popularidade. 

O que se passa na campanha tem mesmo a ver com isso.

Ora, como os candidatos são impopulares porque cometeram erros no passado ou durante a campanha eleitoral não caíram no goto dos norte-americanos, mesmo tendo sido escolhidos pelos democratas e republicanos. Contudo, na eleição geral haverá outro tipo de eleitores que vão decidir o resultado final. 

A forma como a opinião pública norte-americana reage de maneira diferente dos analistas internacionais relativamente aos comportamentos de Trump é um sinal que existe descontentamento face ao poder instituído em Washington. O empresário foi lançado porque era uma figura mediática e bem sucedida, mas tem revelado algumas fraquezas que posteriormente poderão ser explicadas ou desculpadas. Não acredito que o republicano opte pela continuação do mesmo discurso nas últimas três semanas da campanha. Se isso acontecer não deixa espaço para as polémicas relacionadas com Clinton virem a público.

O resto da campanha será uma continuidade daquilo que assistimos no último mês, em particular no segundo debate porque o primeiro ainda teve questões de natureza política. 

Sem comentários:

Share Button