Etiquetas

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Pontes aéreas

Os outros países constroem pontes aéreas para o exterior e Portugal continua mergulhado no mesmo fado de optar pelo investimento público. 

Um dos grandes problemas da nossa economia é a falta de trabalho exterior por parte dos nosso governantes, sejam de esquerda ou direito. Não há muita vontade de tentar arranjar investimento estrangeiro que potencie a nossa economia. 

Na verdade, seja feita honra a Paulo Portas que nos dois últimos executivos trouxe algumas mais valias para o nosso país. No entanto, a entrada de capital estrangeiro nos bancos e empresas públicas não tem tido reflexo directo na melhoria das condições económicas do país porque existem muitos problemas para resolver. As situações negativas têm sido mais do que as positivas. 

O país precisa de mais empresas estrangeiras a trabalhar em Portugal como a Uber ou Cabify que injecção de capital nalgumas companhias controladas pelo Estado. Note-se que a TAP e a EDP continuam a ter orientações provenientes do governo. 

No sector dos transportes as privatizações poderiam ter resultado em algo positivo, mas o novo executivo desistiu do desenvolvimento devido às ameaças do PCP e BE. 

Sem comentários:

Share Button