Etiquetas

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Debates confirmam má qualidade dos candidatos

Os debates presidenciais defraudaram as expectativas, tendo inclusivamente provocado mau estar devido às declarações de ambos os candidatos. Neste aspecto, Clinton não pode ficar impune por causa do que disse no segundo confronto. A fraca qualidade dos concorrentes ficou patenteada nas últimas semanas. 

A substância política apenas apareceu no primeiro e último debate, sendo mais incisiva no terceiro. Notou-se as diferenças entre os candidatos, mas não diferiu muito daquilo que tem sido dito nos comícios. Os debates normalmente são importantes para os meios de comunicação social e convencer os indecisos. Se calhar as últimas semanas vão ser mais importantes para esclarecer os que ainda não têm opinião. 

Fica a ideia que nenhum dos concorrentes tem um plano fantástico para a presidência, nem sequer consegue transmitir um discurso que empolgue massas. O "Yes,We Can" de Barack Obama fica na história das campanhas, sendo difícil de imitar. A única mensagem que se pode retirar de Trump é a construção de um muro e Clinton fala demais das oportunidades. 

Apesar da fraca qualidade, os debates conseguiram estabelecer um fosso entre Clinton e Trump. Os números das sondagens são claramente favoráveis à antiga secretária de Estado norte-americana. A nível de comunicação também houve influência, já que, os media libertaram bastantes notícias contra o republicano. 

Sem comentários:

Share Button