Etiquetas

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

As batalhas de Trump durante a campanha eleitoral

As principais batalhas de Trump não foram apenas contra Hillary Clinton, tendo de suportar as críticas da imprensa, as sondagens desfavoráveis, os inimigos no Partido Republicano e o apoio que o resto do Mundo deu a Hillary Clinton. 

O empresário teve de enfrentar uma comunicação hostil, embora se tenha colocado a jeito para ser alvo de críticas severas. Na minha opinião, Trump achou que poderia fazer frente aos media norte-americanos e que ninguém iria ligar às palavras menos simpáticas. As constantes polémicas evitaram que se falasse muito menos dos problemas relacionados com Clinton.

Durante a campanha os números das sondagens também foram desfavoráveis, em particular nos Estados em que se vai decidir a eleição. Curioso que a CNN tem um quadro com os votos eleitorais dos dois candidatos tendo em conta os estudos de opinião. A vantagem de Clinton é enorme. Os níveis de popularidade também baixaram para o empresário, por culpa daquilo que se ouviu e leu nos últimos tempos. Neste aspecto, Clinton manteve a média razoável, sendo que, foram os números de Trump que baixaram.

No Partido Republicano houve uma fuga de várias figuras importantes que se recusaram apoiar Trump. As decisões foram tomadas durante as primárias e antes da convenção. No entanto, a reunião em Cleveland no Verão também não correu bem ao candidato, apesar da natural nomeação. O pior aconteceu neste mês com declarações públicas de Paul Ryan admitindo a derrota e pedindo aos republicanos que se concentrassem em tentar garantir o controlo do Congresso. Trump esteve perto de perder o Vice-Presidente. 

Por fim, o mundo que opina sobre as eleições norte-americanas continua a detestar Trump. Não há qualquer artigo ou simpatia relativamente às ideias, valores, palavras, posições assumidas durante o ano. Antes de anunciar a candidatura a presidente, o empresário era um figura conhecida, mas detestável. Um ano depois conquistou o ódio da maioria das pessoas que acompanham o fenómeno político. 

Sem comentários:

Share Button