sexta-feira, 28 de outubro de 2016

A protecção em redor de Clinton

Os números dizem que Hillary Clinton tem a eleição garantida desde o início. No entanto, ao longo do ano notou-se uma apetência para proteger a candidata democrata. Na comunicação social, a protecção tem sido evidente com maior destaque para as polémicas relacionadas com Donald Trump. Alguns analistas não têm qualquer problema com o empresário, mas não querem os republicanos de regresso à Casa Branca. 

O grande responsável pelo protecção à candidata é Barack Obama. Desde logo porque evitou que outros concorrentes mais fortes se lançassem na corrida, como foi o caso de Joe Biden. O actual Presidente entende que o rumo tem de continuar e a antiga secretária de Estado é a melhor pessoa para garantir estabilidade. Note-se que Obama teve o cuidado de falar com Bernie Sanders após a conclusão das primárias para o senador do Vermont não fazer barulho contra Clinton, deixando os republicanos sozinhos contra Trump. Dessa forma, a Convenção Democrata em Filadélfia correu muito melhor que a reunião dos republicanos em Cleveland. 

É curioso verificar que não existe qualquer movimento anti-Clinton dentro do Partido Democrata após a retirada de cena de Bernie Sanders. O senador não fez a mesma figura de Ted Cruz  na convenção republicana. 

Apesar da união estar garantida, ainda falta convencer os norte-americanos.

3 comentários:

João Menéres disse...

O Partido Republicano não conseguiu eleger um candidato de consenso e com senso ?

Francisco Castelo Branco disse...

certo.

João Menéres disse...

Lamentável isso !

Share Button