Etiquetas

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A campanha vai ser assim até ao fim

A campanha norte-americana atingiu o pior nível, sobretudo por causa das declarações da Trump, bem como das atitudes. O empresário chegou a um ponto em que tem de ser penalizado por aquilo que está a fazer. Talvez seja uma estratégia para denegrir Hillary Clinton na última fase da campanha e tenha acolhimento junto do eleitorado, embora as principais figuras critiquem a última postura. No entanto, Trump não quer saber da opinião do establishment porque o que conta é o voto das pessoas e aproveitar o sentimento anti-Clinton que existe nos Estados Unidos.

Os assuntos importantes não serão discutidos nesta fase em que a caça ao mais pequeno voto pode significar a eleição. Tendo em conta que estamos perante candidatos com poucas ideias e qualidade vamos assistir a uma autêntica guerra de palavras. Os dois concorrentes têm vários telhados de vidro que estão a ser trazidos para o debate. O empresário não se contém nas palavras e a antiga secretária de Estado tem práticas pouco condizentes com a função que exerceu. 

O próximo Presidente dos Estados Unidos vai exercer pouca influência por aquilo que representa para os norte-americanos. Ou seja, quase nada. Quem vencer por uma margem mínima estará constantemente a ser criticado pela oposição e membros do próprio partido, além da exigente comunicação social. 

Sem comentários:

Share Button