Etiquetas

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Como se perde a medalha de honra

A atitude do nadador norte-americano Ryan Lochte deixa envergonhado qualquer amante do desporto. Não se percebe qual o motivo para o atleta ter tido aquele comportamento. Uma vergonha muito bem repudiada pelos responsáveis do comité olímpico norte-americano. O mais importante aconteceu com os patrocinadores. Lochte vai deixar de ser patrocinado ao mais alto nível. Uma penalização justa para um atleta que chegou ao topo no Rio de Janeiro, mesmo com a presença de Michael Phelps, e sai da cidade brasileira como um farrapo. 

Nos últimos anos, o desporto tem assistido a casos semelhantes. O doping de Maria Sharapova e de Lance Armstrong mostram como se pode cair do estrelato para o anonimato num instante. Tendo em conta que há sempre jovens que estão dispostos a serem melhores e bater recordes, não existe espaço para o regresso. Ou seja, uma vez caído em desgraça não há tempo para voltar ao topo. Não acredito que o nadador norte-americano consiga brilhar nas piscinas olímpicas e ser o sucessor de Phelps, pelo menos, a nível mediático. Ryan Lochte perdeu uma oportunidade de ouro de continuar a ser falado, mas deitou tudo a perder. O mesmo acontece com a tenista russa. Nem vale a pena falar de Armstrong que foi ultrapassado pelo britânico Chris Froome. 

É uma pena que alguns campeões tenham perdido a medalha de honra. Talvez a mais importante de todas...

1 comentário:

Liberdade. disse...

Olá

talvez ele nunca a teve realmente,
ainda que o erro seja dessa nossa natureza,
somos errantes porem é o como agimos diante do
erro que define se temos honra ou não.

um abraço

http://voo-de-liberdade.blogspot.com.br/

Share Button