Etiquetas

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Sócrates já nem sequer abre os telejornais

A queda da popularidade de José Sócrates é tanta que já nem sequer os telejornais dão atenção ao que o ex-primeiro-ministro diz. De facto, desde que começou a guerra contra a justiça, Sócrates tem vindo a perder espaço mediático porque aquilo que invoca não faz sentido. Não são as questões jurídicas porque isso será decidido em tribunal, mas as razões da detenção.

Ninguém quer saber se a justiça impediu Sócrates de chegar a Belém, voltar ao Largo do Rato ou outro sítio qualquer. Tudo o que diz não interessa a ninguém. O ex-líder caiu em desgraça e já não a comunicação social a acompanhar as supostas perseguições.

A única maneira de atrair a atenção dos meios de comunicação social e os militantes socialistas passa por ter ideias políticas, mas também já ninguém quer a opinião política do antigo líder socialista. É verdade que o lançamento do novo livro pode ajudar a ter alguma publicidade, mas será sempre efémero devido ao constante conteúdo que preenche a vida diária de Sócrates.

A manutenção do governo liderado por António Costa também não favorece Sócrates. 

Sem comentários:

Share Button