terça-feira, 19 de julho de 2016

Orçamento decisivo para Costa

As notícias sobre a execução económica e a necessidade de medidas adicionais não favorecem a geringonça de António Costa. O primeiro-ministro sempre pensou que tinha tudo controlado, mas as exigências de Bruxelas falam mais alto que as promessas eleitorais. 

Duvido que o primeiro-ministro tenha a capacidade de dar a volta à situação e o orçamento para 2017 vai passar, mas com avisos por parte dos parceiros internos, o que será bom para o PSD em termos eleitorais, porque pode garantir a vitória nas autárquicas que confere legitimidade para reclamar legislativas antecipadas em 2018. 

A economia e as questões orçamentais irão definir o resultado das autárquicas daqui a um ano, pelo que, o PS tem de apresentar resultados positivos antes e após o orçamento do Estado para 2017. Qualquer questão que coloque em causa o rumo traçado prejudica Costa e oferece novamente o primeiro lugar a Passos Coelho. 

Sem comentários:

Share Button