Etiquetas

domingo, 3 de julho de 2016

Olhar a Semana - A oportunidade perdida de Boris Johnson

O Brexit ainda não produziu efeitos na União Europeia, mas já provocou mudanças nos dois principais partidos britânicos. Nos conservadores a corrida para a liderança já começou com inúmeras surpresas, enquanto os trabalhistas continuam a tentar demitir Jeremy Corbyn para justificarem a realização de eleições antecipadas e voltar ao poder após 6 anos de ausência e duas fracas lideranças. Neste momento, o homem que tem protagonismo dentro do Labour é Tony Blair.

Nesta semana, os britânicos ficaram a saber o quão pouco vale Boris Johnson enquanto político. Após uma excelente campanha a favor do Brexit, o antigo presidente da Câmara de Londres tinha tudo para ser o candidato da facção que venceu o referendo. No entanto, a decisão de Michael Gove acabou com as esperanças de Johnson. As más línguas no Reino Unido dizem que o problema foi a candidatura de Theresa May, mas o golpe do ministro da Justiça foi mais fatal. 

Os britânicos e os seguidores da política ficaram a saber que Johnson não tem coragem para enfrentar desafios difíceis e tentar contrariar o favoritismo de May e Gove, perdendo uma oportunidade única de chegar ao poder. Não haverá segunda oportunidade nem melhor momento como este. 

A inteligência de Gove que soube aproveitar a campanha pelo Brexit foi acompanhado por um acto de cobardia política ou falta de coragem de Boris Johnson. 

Sem comentários:

Share Button