Etiquetas

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Democratas unidos dificilmente serão vencidos

A Convenção Democrata mostra que o partido está todo com Hillary Clinton, mesmo o adversário das primárias. A atitude de Bernie Sanders não teve nada a ver com o discurso de Ted Cruz em Cleveland. 

O aparecimento das principais figuras dos democratas, falta Obama, coloca Clinton numa excelente posição para atacar o candidato republicano, sem que tenha de responder às acusações que tem sido alvo. O establishment criou um escudo protector para a candidata se concentrar apenas nas eleições. 

Neste momento a única vantagem de Clinton sobre Trump é a união do partido, mas as eleições gerais irão ser decididas pelas pessoas. Nesta eleição não acredito que qualquer establishment tenha capacidade de convencer o eleitorado porque estamos perante uma mudança na forma como os Estados Unidos irão ser governados nos próximos quatro anos. Os baixos níveis de popularidade dos candidatos podem alterar a lógica da eleição. As pessoas não estão descontentes apenas com a personalidade de Trump e Clinton, mas com o establishment dos dois partidos. 

Apesar de tudo, importa sair de Filadélfia mostrando mais unidade que os republicanos, o que cai sempre bem no início das campanhas e os media também realçam as diferenças entre os dois partidos. Na minha opinião, o apoio de Bernie Sanders acaba com eventuais dúvidas. O eleitorado do Senador do Vermont não vai ter a tentação de votar Trump. 

Hillary Clinton não precisa de fazer um grande discurso para sair em ombros da Convenção. 

Sem comentários:

Share Button