Etiquetas

segunda-feira, 4 de julho de 2016

As sanções mais estúpidas da Europa

As possíveis sanções a Portugal por défice excessivo de 0,2% confirmam que a União Europeia continua a funcionar muito mal, estando nas mãos de dois países. 

Não faz sentido penalizar Portugal por causa de um número pequeno, sobretudo tendo em conta o esforço que o país faz. A regra dos 3% devia ser meramente indicadora e não uma forma de penalizar quem não cumpre. Qualquer dia a meta são os 0%. 

O valor imposto tem de servir para os Estados-Membros manterem as contas públicas equilibradas quando não existem problemas. É um facto que a França não pode respeitar as regras orçamentais por causa das questões ligadas ao terrorismo, pelo que, a partir desse momento tem de haver flexibilidade para outros. Ainda por cima, o anterior executivo português fez um enorme esforço para chegar às metas propostas. 

Neste momento, as grandes decisões da União Europeia estão a prejudicar os Estados-Membros que a integram. 

Sem comentários:

Share Button