Etiquetas

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Uma semana para o referendo

Na próxima quinta-feira os britânicos irão discutir o futuro do Reino Unido na União Europeia. A vantagem do Brexit é menor do que o número de indecisos, pelo que, está tudo em aberto até ao dia da votação, como acontece sempre. O ano passado os resultados eleitorais foram diferentes dos números avançados pelas sondagens. No entanto, neste caso os estudos de opinião parecem indicar um sentimento, mas os votos terão de ser contados até final.

O futuro do Reino Unido não se esgota na consulta popular de dia 23. Nem é certo que Cameron chegue a Bruxelas com um pedido de saída. Recorde-se o que aconteceu com a Holanda e a campanha de Tsipras na Grécia para ficar no euro. As instituições europeias estão a ser colocadas em causa, mas neste tempo de incerteza, mais vale ficar dentro do que fora. Os holandeses, dinamarqueses e gregos pensaram assim, pelo que, os britânicos também não querem fugir à regra. 

O conflito entre o Reino Unido e a União Europeia vai ser grande, independentemente do resultado. Na minha opinião, o que acontecer no dia 23 será apenas o princípio de algo que vai abanar a coesão europeia e a forma como as instituições se organizam. A União tem mais hipóteses de ser beliscada do que o Reino ficar desunido.


Sem comentários:

Share Button