Etiquetas

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Um presidente para quatro anos

As sondagens da impopularidade de Clinton e Trump são preocupantes, mas confirmam que o próximo Presidente dos Estados Unidos será apenas para quatro anos. Nenhum tem capacidade para aguentar no cargo durante dois mandatos. De facto, os dois são o menos mau de entre os que iniciaram as primárias em Fevereiro. 

O mais curioso é que nem Clinton ou Trump são capazes de mobilizar o eleitorado e sobretudo de garantir confiança no exercício do cargo. A antiga primeira-dama é a continuação das políticas de Obama, enquanto o empresário vai revolucionar a forma de exercer o cargo nos Estados Unidos. Neste momento, as incógnitas são mais do que as certezas. No caso do republicano existe mais medo do que garantia de estabilidade. 

Nesta campanha para as eleições gerais os dois têm de fazer uma campanha diferente, embora se esteja à espera de ataques mútuos, mas com a participação de Obama e do establishment republicano pode ser que hajam surpresas positivas. 

As alterações nos comportamentos políticos dos norte-americanos originaram o vazio do centro, tornando o discurso mais violento e pouco esclarecedor para o público, numa altura em que será necessário explicar o novo estatuto dos Estados Unidos no mundo, bem prestar mais atenção à política interna por causa das mudanças na geografia mundial. 

Perante os números publicados, os candidatos necessitam de pensar muito bem as estratégias após as convenções. 

Sem comentários:

Share Button