domingo, 12 de junho de 2016

Olhar a Semana - Dupond e Dupont

A cumplicidade entre o Presidente da República e o Primeiro-Ministro é algo que nunca vimos no passado. Os dois parecem ser da mesma área política quando estão em extremos opostos. Ora, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa parecem viver uma união duradoura. A relação entre os dois é mais do que as obrigações institucionais. No entanto, a paz irá durar pouco devido ao feitio dos dois. 

Apesar das aparências, existe algo que não desaparece, que tem a ver com a personalidade por isso não acredito que a relação dure muito.

Neste momento, Marcelo e António são inseparáveis como eram os famosos detectives da série Tintim. Dupont e Dupond faziam sempre tudo juntos, como acontece com Costa e Marcelo na defesa dos interesses nacionais. Curiosamente os dois também sentem enorme necessidade de aparecer na comunicação social, pelo que, não se estranha a presença dos dois sempre que abandonam os respectivos locais de trabalho. 

A questão é saber quando as posições individuais irão ficar acima dos problemas do país porque os dois provaram que são instáveis. Não tenho dúvidas que a aparente amizade vai ser quebrada no momento em que as leis socialistas não passarem em Belém ou Marcelo mandar indirectas para São Bento.

Sem comentários:

Share Button