Etiquetas

domingo, 26 de junho de 2016

Olhar a Semana - Clube dos Seis

A resposta da União Europeia à vitória do Brexit foi marcar uma reunião entre os países fundadores da União Europeia. É verdade que haverá reuniões com os 27 na próxima semana, mas o primeiro sinal dado foi negativo. Não há dúvida que os países que mandam na União Europeia não querem ondas provocadas pelos outros países. Neste momento, a dupla Hollande-Merkel controla os corredores europeus, só aceitando países que estejam alinhados. O mesmo é dizer que os contestatários não têm lugar no clube europeu, como sempre aconteceu com o Reino Unido.. 

O Brexit poderá ter contagiado alguns países, sobretudo no Norte da Europa onde o eurocepticismo também é muito forte, o que vai dificultar a acção dos países do centro e sul do continente. No entanto, o que se vai tentar contrariar por via das consultas internas é a forma como o Clube dos Seis domina as instituições e não qualquer sentimento anti-europeu presente nas sociedades nórdicas porque também foi contra isso que os britânicos votaram. 

O denominado Clube dos Seis pretende que a Europa caminhe para o federalismo, mantendo regras iguais para todos, independentemente das diferenças em cada sociedade. Isso não será possível num continente onde cada país defende o seu canto na Europa. Se o Clube dos Seis quer uniformizar legislação, culturas, economias e valores vai por um mau caminho, que não se esgotou apenas na vitória do Brexit. 

Sem comentários:

Share Button