terça-feira, 3 de maio de 2016

A caminho da nomeação

As primárias no Indiana serão momentos importantes para Trump e Clinton confirmarem a eleição, mesmo que ainda não alcancem os delegados necessários. Nos democratas o discurso de Sanders já não tem validade e a continuação do momentum só prejudica o senador do Vermont. 

Nos republicanos ainda há esperança por parte de Ted Cruz. No entanto, uma derrota significa que o acordo estabelecido com Kasich foi um verdadeiro fracasso, que prejudicou o governador do Ohio. Isto é, Cruz apela a uma mobilização na sua candidatura, mas não apresenta resultados. De facto, os eleitores republicanos não têm alternativa a Donald Trump, mesmo que não gostem de algumas ideias do empresário. Por esta razão, Hillary tem vantagem na eleição geral, embora na política tudo mude rapidamente, em particular se o establishment republicano apoiar Trump e se este tiver um discurso mais moderado na campanha em Novembro.

O domínio do empresário e da antiga secretária de Estado tem sido uma evidência desde o princípio. As primárias no New Hampshire, Iowa, Carolina do Sul  e Nevada foram mais importantes para eles do que aos rivais. No entanto, nos republicanos ninguém contava com o sucesso de Donald Trump. 

A partir de agora iremos ter o início da luta pela eleição geral com Hillary Clinton e Donald Trump a fazerem campanha um contra o outro, enquanto os restantes irão fazer figura de corpo presente até às convenções. 

Sem comentários:

Share Button