domingo, 20 de março de 2016

Olhar a Semana - Estado Militar

O Brasil vive uma situação de Estado de Sítio, em que a intervenção dos militares é a única solução para resolver a crise no país. Os partidos não se entendem, a justiça toma posições políticas e as pessoas estão divididas. 

Os sinais revelam que ninguém detém o poder. Ele não caiu na rua, mas já não são as instituições que funcionam, pelo que, estamos à beira de uma revolução porque só assim se consegue garantir a estabilidade. 

O problema não tem a ver com o A ou B, mas com o sistema que está implementado há décadas. O que acontece neste momento é a consequência de vários anos em que todos se aproveitaram da política para subir na vida. Na direita e esquerda, com a conivência do poder judicial e apoiado por uma população adormecida, que não se manifestava. A organização do Mundial 2014 foi o primeiro passo de descontentamento das pessoas face ao poder públicp. 

Num país em que a Presidente, o ex-Chefe de Estado, os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado estão sob suspeita e continuam agarrados ao poder, só pode haver uma solução para os tirar do cargo. 

Sem comentários:

Share Button