Etiquetas

terça-feira, 15 de março de 2016

Lulada

A confirmar-se a ida de Lula para o governo Dilma liga definitivamente o seu destino ao do ex-presidente. Ora, ele não parece muito auspicioso. E o do Brasil também não. Mas Lula também fica dependente do que suceder a Dilma, pois, se ela cair ele irá junto. Parece um casamento que a morte política não irá separar.
A actual presidente vai igualmente perder autoridade dentro do próprio governo devido à presença de alguém tão popular e tão conhecedor dos meandros da política brasileira como Lula. Para mais, o ex-presidente ainda fez exigências de adopção de reformas económicas para integrar o executivo. Dilma vai concentrar ainda mais a fúria de todos em si, fazendo aumentar a pressão para se demitir, pois passam ambos a estar acoitados num só órgão governamental.
Para Lula é uma derrota, pois parece querer obter imunidade por ter receio de ser apanhado pela justiça, ao invés de enfrentar as acusações e ser ilibado.
Com tudo isto o PT e o populismo que encarnou morrem em definitivo.
Texto de João Vale Sousa

Sem comentários:

Share Button