Etiquetas

quarta-feira, 23 de março de 2016

Corrida republicana também será a dois

A corrida republicana ficou reduzida a Donald Trump e Ted Cruz, embora John Kasich ainda se mantenha para tentar uma surpresa. No entanto, a manutenção do governador do Ohio prejudica o senador do Texas, já que, os votos do establishment serão fundamentais para vencer a nomeação. A chave para a vitória também está na decisão de Marco Rubio relativamente à escolha que vai fazer, já que, os delegados podem votar na convenção de Cleveland se ainda não houver um nomeado. 

Não acredito que Rubio vote no conservadorismo de Cruz, pelo que, talvez haja liberdade de voto para os delegados. A campanha do senador do Texas não tem sido a melhor, mas pode aproveitar a onda anti-Trump que atingiu as elites republicanas como Mitt Romney. Jeb Bush também vai apoiar Cruz. A última novidade do candidato republicano é a necessidade de vigiar as mesquitas. Afinal, Cruz não é diferente de Donald Trump relativamente à imigração nem à política externa. Trump não tem medo de assumir as diferenças, enquanto o adversário refugia-se no conservadorismo do Tea-Party para esconder as verdadeiras opções políticas. Na minha opinião é por essa razão que Trump está melhor na contagem dos delegados. 

As próximas semanas serão interessantes, mesmo estando Trump muito perto dos delegados necessários. Apesar do apoio de um membro do establishment, não acredito que as elites estejam com Cruz. 

Sem comentários:

Share Button