sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Divisões no "establishment" republicano

O resultado das primárias no New Hampshire provocaram um alarme nas elites republicanos. A vitória de Trump causou incómodo, mas o problema foi o segundo lugar de John Kasich e a péssima prestação de Marco Rubio. Jeb Bush continua a falar muito e a produzir pouco. 

Neste momento, o denominado "establishment" republicano conta com dois candidatos. São eles Marco Rubio e John Kasich. Um dos dois será a cara das elites a partir da Super Terça-Feira no dia 1 de Março, pelo que, as primárias da Carolina do Sul e o Caucus do Nevada são fundamentais para definir quem recebe o apoio do dito "establishment". Após as duas últimas eleições de Fevereiro só pode haver um candidato desta área para lutar contra Donald Trump e o conservadorismo de Ted Cruz. 

A minha aposta vai para Marco Rubio porque John Kasich não tem a capacidade política, oratória e mobilização do senador da Florida. No entanto, o governador do Ohio conta com um segundo lugar, enquanto Rubio tem apenas um terceiro, sendo que, no Iowa não teve de competir directamente com Kasich. 

Nos próximos 15 dias a corrida nos republicanos não se vai resumir a um confronto entre Donald Trump e Ted Cruz. As várias ideologias que concorrem nesta eleição também pretendem vencer noutros aspectos, como a notoriedade popular, apoio financeiro e minutos nos meios de comunicação social. A única desvantagem de ter tantas candidaturas activas durante muito tempo tem a ver com os ganhos dos democratas. em particular para Hillary Clinton. 

Sem comentários:

Share Button