Etiquetas

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

O medo na Europa

O cancelamento de vários espectáculos que assinalaram a passagem de ano em Bruxelas e Paris, bem como o alerta terrorista em Munique são sinais preocupantes. A Europa entrou no novo ano com medo do terrorismo, enquanto em outras zonas do globo, nomeadamente na América do Sul e na Ásia não houve qualquer tipo de preocupação. 

O clima de medo e insegurança transferiu-se do Médio-Oriente para a Europa. Isto é, 2016 pode vir a ser marcado pelo maior controlo das liberdades e garantias dos cidadãos, sendo que, iremos ter conhecimento de atentados que foram evitados por parte das forças de segurança. O conflito no Médio-Oriente só tem agravado a segurança no território europeu. No entanto, a recente morte de dez líderes do Estado Islâmico nos bombardeamentos internacionais é uma boa notícia, já que, os operacionais na Europa ficam sem cabecilhas. 

O ano que começa agora não será fácil para os europeus que prezam a liberdade de circulação e movimentos, mas existem valores mais altos que têm de ser preservados. Acredito que se trata de uma situação temporária, já que, a capacidade militar das grandes potências é maior do que a local. No entanto, nota-se um estado de espírito diferente nesta parte do globo. 

Sem comentários:

Share Button