Etiquetas

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Fim de linha para Dilma Rousseff

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, enfrenta um processo de destituição, conhecido como impeachment, iniciado pelo líder do Congresso, que se tornou recentemente oposição à Chefe de Estado. Um ano depois de ter sido reeleita, Dilma tem de se defender na justiça das acusações que vai ser alvo. No ano passado eram as ruas, apesar do voto lhe ter dado algum tempo, mas agora os problemas são bem maiores. 

O processo que ainda será longo é uma derrota política para Dilma porque a sua governação esteve sempre em causa, mesmo depois de ter sido eleita no final do ano passado. A legitimidade de um político também se afere nestas situações, independentemente do cargo que ocupa. Dilma nunca teve descanso ao longo da governação. Os brasileiros pedem mudança porque sabem as consequências dos malabarismos iniciados por Lula da Silva e continuaram com a actual presidente. 

A grande lição deste caso que começou agora também pode servir para o actual momento político português. O parlamento é mesmo a casa da democracia.

Sem comentários:

Share Button