domingo, 15 de novembro de 2015

Olhar a Semana - O poder da democracia e do medo



A semana começou com a queda do governo na Assembleia da República graças à histórica união de esquerda que o secretário-geral do Partido Socialista conseguiu para se tornar primeiro-ministro. Passos Coelho caiu, mas Cavaco Silva ainda não decidiu se mantém o governo em gestão ou indigita António Costa. O Presidente da República entende que o acordo à esquerda não dá garantias de sustentabilidade. A privatização da TAP confirmou as dúvidas de todos. O PCP vai tentar a reversão do negócio, enquanto o PS acredita que o melhor é ficar livre de um encargo para o Estado. Costa já fala como chefe de governo sem ter sido indigitado, o que tem levado a algumas contradições.Não vai ser fácil os três partidos entenderem-se durante a legislatura, mas não deve ser esse o objectivo de António Costa, já que prefere eleições antecipadas. O ainda primeiro-ministro veio reclamar uma revisão extraordinária da Constituição para ser possível realizar novo acto eleitoral. Passos Coelho começa a revelar algum mau perder após a perda do poder. 

No final da semana os atentados de Paris mostraram que o poder também se pode conquistar através do medo. O terrorismo e as sociedade ocidentais travam uma guerra de civilizações em defesa dos seus valores. Num planeta extenso não pode ser impossível viverem todos com tolerância. O mundo presta solidariedade a uma sociedade que inventou os conceitos de liberdade, fraternidade e igualdade. 

Sem comentários:

Share Button