Etiquetas

sábado, 28 de novembro de 2015

Figuras da Semana

Por Cima

António Costa - O secretário-geral socialista conseguiu ser nomeado primeiro-ministro de Portugal. Após uma luta que travou depois de ter perdido as eleições, o líder socialista alcançou os objectivos. Independentemente da forma ninguém pode questionar a legitimidade, como aconteceu com Pedro Santana Lopes em 2005. No entanto, à semelhança do que sucedeu relativamente a Santana Lopes, o executivo do PS também será escrutinado ao milímetro, não só por toda a oposição, como pelo novo Presidente da República. Isso é algo que não incomoda Costa porque, neste momento, a prioridade é calar os possíveis críticos internos.

No Meio 

Jeremy Corbyn -  O líder do Partido Trabalhista não vai passar um cheque em branco ao primeiro-ministro, David Cameron, nos bombardeamos aéreos contra a Síria. Embora o Reino Unido também esteja debaixo de olho do Estado Islâmico, Corbyn mantém as suas convicções políticas. Pode ser um tempo novo no Labour, mas, a Europa necessita de unidade. Neste momento é mais importante união porque do outro lado estão pessoas que não estão preocupados com nenhuma convicção política.

Em Baixo 

Turquia - O país liderado por Erdogan continua a ser ambivalente e a jogar nos dois lados. Nesta semana abateu um caça russo, o que provocou a zanga de Vladimir Putin. O avião estaria a combater alvos do Estado Islâmico. Erdogan deve explicar de que lado está.

Sem comentários:

Share Button