sexta-feira, 20 de novembro de 2015

A hora de Belém


Um mês e 19 dias depois das eleições legislativas o Presidente da República deve anunciar a solução política para os próximos meses. Seja um governo de gestão ou liderado pelo Partido Socialista e apoiado no parlamentos por Bloco de Esquerda, Partido Comunista Português e Verdes, nos próximos seis meses temos de viver com a decisão presidencial. 

Nenhuma das opções em cima da mesa garantem estabilidade ao país, mas não há nenhuma terceira via que saia fora do espaço partidário. Não haverá nenhum governo de iniciativa presidencial porque também tem vida curta, já que será chumbado no parlamento. 

Cavaco Silva opta pelo mal menor ou deixa a batata quente para o próximo Chefe de Estado? A verdade é que as duas soluções não garante estabilidade, mas isso não é Presidente da República que vai sair do Palácio de Belém dentro de três meses. Uma coisa é certa. A decisão nunca será consensual e tem como efeito imediato causar frustração num dos blocos. 

Temos circo político para os próximos meses porque o mais provável é estarmos em eleições daqui a muito pouco tempo, tendo em conta o ambiente de gritaria que se vive no nosso país.  

Sem comentários:

Share Button