quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Bye Bye Biden



O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, está fora da corrida eleitoral nas próximas eleições. O discurso realizado na Casa Branca acompanhado de Barack Obama revela que o presidente norte-americano conseguiu persuadir o seu vice de concorrer contra a antiga secretária de Estado. O que está em causa é a vitória de Hillary Clinton, a continuidade dos democratas no poder, mas também a crise no seio do Partido Republicano. Ou seja, uma vitória nas próximas eleições não tem só repercussões nos vencedores. 

A candidatura de Joe Biden trazia interesse à campanha eleitoral e algum debate de ideias, que também está a ser feito entre Bernie Sanders e Hillary Clinton. Nos republicanos a pré-campanha é tudo menos ideológica por culpa dos bons resultados de Donald Trump. 

Neste momento não pode haver divisões nos democratas, mesmo que o poder esteja nos republicanos. No entanto, tudo corre mal ao partido que controla o congresso. O candidato que está à frente nas sondagens não é o mais desejado pela estrutura e a saída de Joe Boehner da liderança do Congresso mostra que as várias sensibilidades não são capazes de coabitar no mesmo partido. Ou seja, se os democratas ficarem unidos aumentam as possibilidades de conquistar a Casa Branca, sendo que a maioria no Congresso e no Senado será uma consequência do resultado eleitoral de Novembro 2016. 

Não há dúvidas que Obama quer lançar Hillary Clinton para a presidência porque também representa um momento histórica na política norte-americana, além de serem necessárias todas as forças para derrotar o discurso de Donald Trump. 

Sem comentários:

Share Button