Etiquetas

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

A escolha entre Donald Trump e Hillary Clinton

As sondagens não enganam. Donald Trump e Hillary Clinton são os favoritos para ganharem as eleições primárias e lutarem pela eleição geral daqui a um ano. 

Nos republicanos o milionário norte-americano continua destacado dos restantes candidatos. O segundo classificado é Ben Carson e não Jeb Bush ou Marco Rubio. Ou seja, os concorrentes que têm o apoio de membros influentes do Partido Republicano estão a ser ultrapassados pelos menos mediáticos, embora tenham suporte financeiro, como é o caso de Trump. As sondagens revelam uma certeza. Com 8% das intenções de voto, Bush e Rubio dificilmente conseguem ganhar nos Estados fundamentais. Os números das sondagens são uma desilusão, em particular para o membro da família Bush. 

Na minha opinião todos os analistas desvalorizaram os resultados de Trump, mas agora começam a ter respeito pelo candidato. A existência de vários concorrentes nos republicanos fez com que uma única figura tivesse mais tempo de antena do que os restantes. Isso é o que tem feito a diferença na pré-campanha.

A eleição nos democratas também parece estar decidida. Não acredito que Joe Biden entre na corrida e destrone Hillary Clinton. A antiga primeira-dama continua confortavelmente sentada na cadeira do poder que lhe permite disputar a eleição em Novembro de 2016. As primárias serão apenas uma formalidade para entreter os meios de comunicação social. Bernie Sanders poderá ganhar algum Estado importante, mas não tem capacidade para assustar a provável primeira mulher presidente dos Estados Unidos porque as sondagens garantem mais de 50% dos votos. 

Ainda falta muito tempo, mas caso as sondagens estejam correctas, iremos assistir a um confronto titânico em 2016.

Sem comentários:

Share Button