Etiquetas

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Do Bloco sempre o mesmo discurso

O debate entre Passos Coelho e Catarina Martins foi uma réplica do confronto entre a última e Paulo Portas. A oposição tem razão quando não pretende debater com os dois líderes dos partidos que suportam a maioria absoluta. Notou-se um líder social-democrata cansado após o frente-a-frente com António Costa e, no dia depois do jantar da coligação em Lisboa. 

Não houve momentos quentes nem se pode dizer que houve um vencedor. No entanto, o discurso da coligação torna-se chato porque está sempre virado para o passado. Os representantes da coligação devem falar mais sobre o futuro, as medidas que tornam possível a recuperação económico e não caírem sempre no jogo dos adversários políticos que falam sempre sobre os quatro anos de austeridade. 

É uma pena que o Bloco de Esquerda não consiga ter outro tipo de alcance político. Isto é, a cassette é sempre a mesma e, mesmo quando se trata de estar perante partidos da oposição, também não há novidade.  

1 comentário:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Franciscamigo

É a primeira vez que aqui venho e a "culpada" é a Ematejoca onde te encontrei.

O Coelho estava cansado do anterior debate - com o Costa - e dum jantar...

Por isso e se mo permites, quero deixar-te o comentário que fiz no blogue de Coimbra "Devaneios a Oriente. Obviamente SÓ PARA TEU CONHECIMENTO

Então cá vai (com as necessárias correcções)

Coimbramigo

Tu és um anti PS irrevogável. Ainda tinha as minhas dúvidas, mas agora estão completamente esclarecidas. No www.tvi24.iol.pt um inquérito feito aos telespectadores registava quando votei COSTA 74%; COELHO, 26%
para não falar no prof Martelo, muito menos no inimitável Relvas e por aí fora que disseram que o Costa tinha ganho ou ganhado..

No dia seguinte comentadores "independentes"/PSD, CDS/PP, PaF e congéneres começaram a inventar dívidas, oops, dúvidas e até houve menino (não uso nomes...mas posso dá-los) que falou em empate..., mas favorável ao Coelho..

O António Costa pareceu-tenada natural, tudo parece estudado, plástico" Tens todo o direito de assim pensar e o escrever pois estamos em Liberdade e Democracia.

Mas, na minha modesta opinião - e sempre disse frontalmente que fui da JASP, da ASP (na clandestinidade, obviamente, que a "pestimosa" PIDE meu deu umas porradas valentes e me partiu duas costelas na António Maria Cardoso, 22 (vê como me lembro...) e finalmente do PS (militante nº 1023 - O António Costa não é nada disso, bem pelo contrário.

Atenção: votei Costa nas primárias do PS e ainda que o voto seja secreto vou também votar nele no dia 4 de Outubro; Vivemos em Liberdade e Democracia, sublinho, ainda que alguns se sentissem melhor nos tempos da ditadura salazarenta. E sintam. Há gostos para tudo.

Portanto para mim e muitos mais o Costa ganhou; o que não quer dizer que o PS vai ganhar as legislativas. Nas urnas - porque vivemos em Liberdade e Democracia - é que se vai vai ver quem ganhou e quem perdeu. Se ganhar o PS gostarei; se ganhar o PaF aceitarei, pouco satisfeito, mas aceitarei; vivemos em Liberdade e em Democracia...

Desculpa-me o comprimento do comentário, mas estamos em Liberdade e Democracia

Abç do Leãozão

PS (aqui é Post Scriptum...) Gostarei de te ver na TRAVESSA e de comentar, o que desde já te agradeço. A bola está no teu campo... Para já vou incluir-te nos meus BLOGUES MAIS FIXES. E também para saberes mais de mim... hahaha





Share Button