Etiquetas

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Donald Trump contra estratégia do partido

O candidato republicano fez uma ataque à imigração ilegal nos Estados Unidos. As propostas de Donald Trump para combater a entrada de imigrantes no território norte-americano são aquilo que os outros candidatos não querem. Ou seja, a via do radicalismo não é a melhor para fazer face ao problema. 

O problema da imigração tem dois pontos de vista. O primeiro diz respeito à entrada e o segundo relativamente à expulsão. 

Os países têm direito a colocar barreiras para a entrada de imigrantes ilegais, com o intuito de combater os que penetram noutros países apenas para se refugiarem. O que tem acontecido em Espanha, Itália e no Reino Unido deve ser visto como uma medida preventiva e não de exclusão. Não se combate este flagelo deixando as portas abertas porque seria um convite a mais imigração. Donald Trump não quer optar por esta solução, ao contrário do discurso oficial do governo britânico liderado por David Cameron. 

O outro problema tem a ver com a expulsão. Neste caso a sensibilidade é outra. As políticas governamentais devem ser no sentido de integrar os que se encontram em situação precária e ilegal, até porque é difícil ir atrás de todas as pessoas que estão no país sem trabalho, documentos, etc. 

As intenções de Donald Trump provocam um sentimento de insegurança e desconfiança em todo o país, bem como uma revolta ,maior em algumas comunidades minoritárias. A zanga do Partido Republicano prende-se com o apoio tradicional que essas minorias costumam dar aos candidatos republicanos. Quem se deve sentir incomodado é Marco Rubio que é descendente de imigrantes cubanos. Numa altura em que é difícil vencer Hillary Clinton a jogada do milionário norte-americano estraga uma orientação partidária. 

Sem comentários:

Share Button