quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Apostar nas legislativas e presidenciais

Os dois partidos da direita tiveram uma entrada positiva no novo ano político que tem as eleições legislativas e presidenciais como pratos principais. Os resultados do primeiro acto eleitoral não vão ter influência no segundo. Ou seja, uma vitória do PS em Outubro não significa que Sampaio da Nóvoa ou Maria de Belém tenham a vitória assegurada. Na minha opinião os candidatos da direita, Marcelo Rebelo de Sousa ou Rui Rio, têm mais hipóteses de vencer as presidenciais do que os dois socialistas.

O PSD e CDS estão mais focados nas legislativas do que nas presidenciais porque também não há candidatos assumidos nesta área. Pelo contrário, nota-se que o Partido Socialista joga ao mesmo tempo em duas frentes. As legislativas e as presidenciais. Neste momento têm mais possibilidades de vencer as primeiras do que as segundas. Por esta razão o aparelho partidário, bem como os candidatos a Belém deviam apoiar mais o líder partidária em vez de pensar nos seus objectivos pessoais. 

Na minha opinião é um erro misturar as duas campanhas porque vai baralhar a vontade das próprias pessoas. Por causa deste factor Rui Rio não avançou. Se o PSD perder as legislativas deixa de sonhar com Belém para tentar chegar à liderança do partido. Caso o PS não tenha um bom resultado em Outubro, Maria de Belém não vai ter outra vontade política?

A entrada em cena de candidatos presidenciais em vésperas da pré-campanha perturba o bom funcionamento das propostas políticas apresentadas pelo Partido Socialista. Pelo menos ofuscam em termos mediáticos as iniciativas do programa eleitoral. 

Sem comentários:

Share Button