Etiquetas

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Tudo se decide em Lisboa

A colocação de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas como número 1 e 2 da coligação no distrito de Lisboa serve para fazer face a António Costa que também estará a fazer campanha na capital. Os três principais líderes partidários vão andar pelo país fora, mas o grande duelo acontece nesta localidade. 

Não é de estranhar que os encerramentos das duas campanhas seja também em Lisboa. Desta vez, Passos Coelho e Paulo Portas estarão juntos no último dia, mesmo que isso custe a alguns membros dois dois partidos. Neste momento os militantes sociais-democratas e democratas cristãos dizem que é preciso estar unidos porque valores mais alto se levantam. 

O confronto em Lisboa vai ser interessante porque só há lugar para um. Os três não têm lugar no mesmo espaço e só um pode ganhar. Aquele que tiver mais votos na capital vai ser primeiro-ministro. Todos os votos serão "caçados" em qualquer avenida, rua, praça, travessa. 

Também podemos vir a assistir ao tradicional porta-a-porta muito utilizado no Reino Unido e que se nota pouco em Portugal, onde os comícios, os jantares a dez euros e a televisão são os locais preferidos de todos os candidatos. Mesmo os que ficam para trás nas listas. 


Sem comentários:

Share Button