terça-feira, 30 de junho de 2015

Sócrates. De novo

A entrevista de José Sócrates ao Diário de Notícias e à TSF é bastante esclarecedor sobre as intenções do antigo primeiro-ministro. Mesmo que esteja detido, Sócrates quer envolver o Partido Socialista na questão da sua detenção. É um acto perigoso, mas que pode ter resultados positivos. As eleições dirão se esta estratégia corre bem ou não.

Convém esclarecer que o PS tem descido nas sondagens e os analistas acreditam que tudo está relacionado com a forma como António Costa tem lidado com o assunto. Existem muitos dirigentes socialistas que querem uma defesa mais acérrima do actual secretário-geral no caso que levou à detenção de Sócrates. Ora, Costa não sabe o que fazer. Se dar mais apoio ou separar as águas. O problema é que o próprio antigo primeiro-ministro não pretende dissociar o seu caso de uma teoria da conspiração. Se Sócrates estiver cá fora na campanha vamos ter muito sinais destes, o que prejudica o Partido Socialista. 

Acredito que Costa esteja incomodado cada vez que Sócrates fala à comunicação social porque o nome do Partido Socialista vem sempre à baila. 


Sem comentários:

Share Button