sexta-feira, 1 de maio de 2015

Ed Miliband

O líder dos trabalhistas tem tido dificuldade em se tornar popular. As suas ideias políticas escasseiam, mas a imagem também não ajuda a uma eleição que está renhida desde o princípio. Por estes motivos, os britânicos devem escolher a continuidade em vez de uma mudança radical e para o desconhecido. 

O problema de Miliband foi o seu discurso contra tudo e todos, em particular o capitalismo selvagem que reina na Grã-Bretanha. O regresso ao socialismo prometido pelo novo líder não agradou aos homens fortes das anteriores lideranças de Gordon Brown e Tony Blair. É verdade que a sua posição em relação à União Europeia é uma vantagem contra os discursos pouco inteligentes de David Cameron sobre a Europa. 

Ao contrário do que acontece em alguns países, os britânicos costumam dar importância aos pormenores de comportamento. A imagem de Miliband junto das pessoas não é a mais famosa, apesar de ser um bom orador. 

Se olharmos para as virtudes e defeitos do líder da oposição reparamos que tem mais aspectos negativos. Na hora do voto, os eleitores tendem a recorrer a estes aspectos para justificar a sua escolha. 

Sem comentários:

Share Button