Etiquetas

terça-feira, 19 de maio de 2015

4 forças em Espanha

As regiões autónomas espanholas vão a votos no próximo Domingo. A avaliar pelas sondagens nas principais comunidades haverá quatro partidos que têm hipóteses de obter bons resultados nas legislativas de Outubro. 

O Partido Popular, o Partido Socialista Operário Espanhol, o Podemos e o Ciudadanos devem ser os partidos com mais representação no parlamento espanhol nos próximos quatro anos. Os números são importantes para verificarmos o crescimento das pequenas forças e a crise das forças tradicionais. Tal como aconteceu no Reino Unido, também no país vizinho as sondagens mostram um novo mapa partidário. No entanto, em terras de Sua Majestade foi apenas o Partido Trabalhista que ficou reduzido a quase nada. Em Espanha o PSOE corre o risco de ficar na mesma, até porque as legislativas decorrem um mês depois do acto eleitoral em Portugal. 

Há um enorme crescimento do Podemos e do Ciudadanos, embora o primeiro não tenha capacidade para chegar ao primeiro lugar como ameaçava no final do ano passado. Não haverá nenhuma surpresa como aconteceu na Grécia. A vitória do Syriza não se transformou numa mudança radical de governação interna e externa. No entanto, se a força de Pablo Iglésias ficar à frente de Pedro Sánchez é uma vitória para o Podemos. Aos poucos o mapa político na Europa tem mudado, mas não de forma substancial. Nota-se um crescimento dos partidos novos que procuram soluções à esquerda, bem como dos movimentos independentes de qualquer partido ou estrutura económica. 

Sem comentários:

Share Button