Etiquetas

sábado, 21 de março de 2015

Figuras da semana

Por Cima

António Costa -  O secretário-geral do Partido Socialista tem aumentado o tom contra a acção governativa. As sucessivas aparições de Costa mostra que o líder está confiante num bom resultado, apesar da maioria absoluta ter sido difícil. O PS tem beneficiado de algumas trapalhadas por parte de elementos do governo e aproveitado muito bem os casos em torno das dívidas do primeiro-ministro à segurança social e a questão das listas VIP

No Meio

David Cameron - A campanha eleitoral para as eleições legislativas está quase a começar. O escrutínio é no dia 7 de Maio. Os conservadores e os trabalhistas estão empatados na frente das sondagens. O problema em torno do referendo da manutenção do Reino Unido da União Europeia pode ajudar ou não o primeiro-ministro a conseguir a reeleição. Por um lado o eurocepticismo britânico joga a favor de Cameron, mas por outro a pressão por parte da ala direito do Partido Conservador e do UKIP é suficiente para criar confusão na sua cabeça. 

Em Baixo

Governo - A polémica em torno das listas VIP no fisco provocou a demissão dos dirigentes de topo da administração tributária. O mesmo tinha acontecido com os vistos Gold. No entanto, ao contrário do que aconteceu no caso que estava sob a alçada do Ministério da Administração Interna, desta vez não houve demissões ao nível de ministros ou secretário de Estado responsáveis pela pasta das finanças. Percebo que Passos Coelho não queira mostrar fragilidades quando estamos em vésperas de eleições. O problema é que a não demissão também provoca críticas da oposição.

Sem comentários:

Share Button