Etiquetas

sábado, 7 de março de 2015

Figuras da Semana

Por cima

Filipe Anacoreta Correia - A conferência "Mudar a Bem" correu bem. A iniciativa que tem o objectivo de lançar uma discussão interna dentro do CDS decorreu em Lisboa e teve uma forte adesão, tendo sido um bom espaço de reflexão e debate sobre o mundo, a economia e os partidos. É óbvio que, neste momento, é difícil destronar Paulo Portas do poder, mas não é novidade nenhuma que a saturação é enorme. Os governos, os partidos, a vida das pessoas é feita de mudanças. A altura certa para o CDS mudar de vida será após as eleições legislativas, haja ou não uma coligação de direita no futuro. Tendo em conta as sondagens, todos os partidos vão fazer uma reflexão interna profunda após o acto eleitoral. Espero que o CDS não seja o único que adopta a mesma atitude do Bloco Esquerda em relação à liderança. 

No Meio

David Cameron - O primeiro-ministro britânico tem um dilema. Não quer participar num frente-a-frente com Ed Miliband, mas a direcção da estação televisiva que vai organizar o confronto garante que vai realizar o debate e que não tem problemas em ter uma cadeira vazia. Não se percebe as razões de Cameron fugir aos debates porque se apresenta no Parlamento os brilhantes resultados da economia também o devia fazer perante as câmaras de televisão.

Em Baixo

Pedro Passos Coelho - Não foi uma semana fácil para o primeiro-ministro por culpa própria. Em primeiro lugar continua a não explicar muito bem o que se passou. Em segundo entrou na campanha suja ao falar sobre a detenção de Sócrates. O único aspecto positivo foi o facto de ter respondido aos partidos, em particular ao PS. No entanto, isso pode não chegar para convencer os portugueses.

Sem comentários:

Share Button