Etiquetas

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Obama virou grego... pudera.

Obviamente por razões distintas... depois do "Je suis Charlie" e outras causas, eis que, ao fim de alguns anos de processo de ajustamento das contas públicas na Grécia, Obama descobriu o "Olimpo" no mapa.
De repente, Obama afirma "I am Greek", numa entrevista à CNN em que defendeu menos austeridade e uma "estratégia de crescimento" para a Grécia.
Mas porquê só agora, ao fim de tanto processo de ajustamento e de ajuda externa à Grécia?!
Não é pelo Syriza, pelo novo Governo, pelo fim da austeridade ou a favor da renegociação da dívida pública grega. Isso é retórica política e demagogia balofa.
Obama aproxima-se da Grécia por esta se ter tornado, tão rápida e supreendentemente, uma aliada da Rússia. E isto sim, tira o sono a Obama.

1 comentário:

Francisco Castelo Branco disse...

Obama já perdeu muitos aliados. Quase todos eles para a Rússia.

Share Button