Etiquetas

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Figuras da semana

Por cima  

Separatistas pró-russos - Após várias rondas de negociação parece que as partes envolvidas no conflito ucraniano chegaram a um princípio de cessar-fogo. Nas negociações que duraram 17 horas só houve vencedor que foram os rebeldes. Kiev vai ter de fazer cedências às regiões que querem ter relações económicas e políticas privilegiadas com Moscovo. Desta forma começa a desintegrar-se o território ucraniano em termos políticos. Putin também levou vantagem sobre Obama nesta questão. Não vale a pena proferir grandes teses no momento em que estamos a analisar as figuras da semana, mas é um facto que algo vai mudar no leste do país partido ao meio.

No meio 

Alex Tsipras - O governo grego começa a perder o gás que beneficiou nos primeiros dias. A partir de agora a Grécia tem um problema para resolver que se chama pagar a dívida. Não há outra forma, mesmo que internamente o novo executivo siga a sua ideologia. É natural que o faça, mas vai ter que cumprir as obrigações perante os credores internacionais. Não há outra hipótese. O problema para Tsipras vai ser a forma como explicará às pessoas o seu falhanço.

Em Baixo  

Guerra Benfica-Sporting -  Como costuma acontecer o derby lisboeta prolongou-se para fora das quatro linhas já que no relvado o único vencedor foi o FC Porto porque ganhou dois pontos aos rivais na luta pelo título. As ameaças, os comunicados violentos e o corte de relações anunciados pelas respectivas direcções não levam a nada e começam a fartar aos olhos dos adeptos. Neste caso a fogueira foi acesa pelo Sporting devido ao mau perder do seu presidente. Luís Filipe Vieira não deveria ter respondido e sair por cima. Como fazem os líderes.

Sem comentários:

Share Button