segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Onde está a sociedade tolerante?

Os acontecimentos em Paris e as reacções posteriores mostram que não vivemos numa sociedade em que prevalece o respeito mútuo e a tolerância. As duas características são essenciais para que se viva em liberdade. Os grandes defensores da liberdade de expressão que se têm ouvidos nos últimos dias não pensam neste facto. Só se consegue ter liberdade quando existe respeito pelo outro e tolerância. 

Numa sociedade cada vez mais competitiva é difícil respeitar os valores. Além disso o que conta é vencer nem que seja a todo o custo. Em vários sectores nota-se muito a pouca apetência para o respeito e a concentração total no eu-ismo. Ou seja, as pessoas são mais egoístas porque vivemos num mundo chamado "cão", onde se pode fazer tudo para alcançar o culto próprio. 

Infelizmente não voltaremos a ter uma sociedade tolerante como foi desenhado pelos principais filósofos contemporâneos. É esta falta de respeito que está na base do aumento dos conflitos, sobretudo a nível religioso e social. Como tem acontecido na Europa e nos Estados Unidos já não há motivo para compaixão porque uns querem direitos e os outros exercer autoridade. Torna-se complicado encontrar no meio destes dois aspectos um pacificador. 

O que se pretende não é viver em paz e harmonia, mas evitar a origem de fenómenos que violem as referidas liberdades uma vez que estas só começam a estar em causa quando alguém se coloca numa posição de autoridade perante o outro assumidamente mais fraco. 

Sem comentários:

Share Button