Etiquetas

sábado, 22 de novembro de 2014

Como José Sócrates vai tramar António Costa

A detenção de José Sócrates vai mudar o actual cenário para as legislativas 2015. Se até agora António Costa tinha tudo a seu favor, esta detenção recoloca a maioria de Direita com possibilidades de vencer. Estou só a falar de uma detenção e não de uma acusação, pois essa demorá tempo a ser colocada em prática e o ex-primeiro-ministro tem o direito de ser inocente até prova em contrário.

O problema tem a ver com as implicações políticas para o novo líder que hoje é eleito e na próxima semana dá a cara em congresso. A questão é que este tema será aproveitado para o jogo político, tanto pelos partidos adversários como pelos socialistas. Não serão os órgãos oficiais nem os mais altos dirigentes partidários que vão fazer barulho. Não é de esperar que todos os comentadores partidários tenham a mesma postura responsável que devem ter as hierarquias. 

A partir deste momento as pessoas vão ficar mais desconfiados dos políticos, em particular daqueles que rodearam Sócrates nos últimos dez anos. António Costa foi um deles pelo que não se livrará das ligações, até porque o povo não fica fino quando se trata de fazer cumplicidades. 

Outro aspecto é que, ao fim de muitas anos, o ex-primeiro-ministro foi levado pela justiça. Com isto quero dizer que, após inúmeras investigações jornalísticas e suspeitas de casos em que o nome de José Sócrates esteve envolvido ao longo dos últimos anos, a maior parte da população acredita que foi finalmente feita justiça. Por fim, não vejo como é que os mais altos dirigentes socialistas que também estão com António Costa, como é o caso de Ferro Rodrigues, vão mostrar a sua indignação perante a detenção. João Soares começou mal. 

Sem comentários:

Share Button