quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Uma mancha da política britânica

O homem que destruiu a economia do Reino Unido está de volta ao primeiro plano da política britânica. Gordon Brown não apareceu agora, mas a sua intervenção em relação ao referendo escocês fez com que aparecesse de novo nas manchetes. Ele é o rosto dos políticos que exigem mais autonomia para a região depois do escrutínio popular ter sido um fracasso para os apoiantes do SIM. 

Tal como acontece em Portugal os maus políticos também têm direito a uma segunda oportunidade. Na minha opinião Brown foi um dos piores líderes que passou no Reino Unido e em todo o mundo. As suas políticas económicas foram um desastre o que levou David Cameron a ter que desenvolver esforços no sentido de reduzir a despesa pública e o desemprego. Tanto num como no outro caso houve um enorme progresso, tendo motivado o crescimento da economia e a constante criação de emprego. 

Apesar da má governação a mancha na carreira política do antigo primeiro-ministro foi a sua luta pelo poder com Tony Blair. De facto, o ex-chefe de governo tem inúmeros aspectos negativos em todo o seu percurso. É caso para dizer que a Escócia merecia alguém melhor para defender os seus interesses pós-referendo. Alex Salmond não ficava mal nesse papel já que a sua campanha foi bastante positiva. 

Sem comentários:

Share Button