quarta-feira, 22 de outubro de 2014

O que preocupa os brasileiros

A poucos dias dos brasileiros irem pela segunda vez às urnas é preciso fazer uma reflexão sobre o que deve mudar quando o próximo presidente tomar posse. 

Embora o governo Dilma Rousseff tenha tirado da pobreza mais de 22 milhões de pessoas ainda há muito a fazer, sobretudo em matéria de segurança e educação. No Brasil estes dois factores não têm permitido que o crescimento económico seja sustentado, pelo que tanto Dilma ou Aécio terão de trabalhar nestes aspectos. 

De facto, se a educação não for uma aposta do governo isso vai gerar desigualdades sociais no país que depois têm como consequência a falta de segurança. Mas não é só. Também burocracia e as condições de alguns equipamentos estão a ser colocados a nu pela imprensa internacional ao mesmo tempo que corre a campanha para a segunda volta das presidenciais. 

É curioso verificar que os dois candidatos não têm abordado estes problemas nos debates que têm realizado, preferindo ocupar grande parte do tempo a falar sobre o caso Petrobras. É óbvio que a corrupção no Estado preocupa qualquer cidadão deste mundo, mas há problemas mais importantes que os brasileiros querem ver resolvidos a partir de segunda-feira. 

A criação da recente delegação inter-parlamentar entre o Parlamento Europeu e as instituições brasileiras pode ajudar a desenvolver alguns dos problemas que mais inquieta a sociedade brasileira. 

Sem comentários:

Share Button