terça-feira, 7 de outubro de 2014

No Brasil tudo na mesma

A vitória de Dilma Rousseff na primeira volta das presidenciais deixa tudo na mesma. A surpresa foi o facto de Marina Silva ter ficado em último, mas convenhamos que depois do acidente de Eduardo Campos, a socialista não tinha tempo para fazer um grande resultado. Por sua vez, Aécio Neves ganhou o direito de disputar uma segunda volta com a actual presidente, mas deverá ter poucas possibilidades de chegar ao poder, apesar de estar na sombra de Fernando Henrique Cardoso, o ex-presidente do Brasil. 

Por muito que se fale em injustiças sociais e os acontecimentos antes do início do campeonato do Mundo tenham colocado em dificuldades o actual governo, não há a mínima hipótese de Dilma sair do poder porque ela tem tudo para conquistar o eleitorado. É verdade que a canarinha não ajudou, mas quem vai às urnas é um eleitorado mais consciente e informado. 

Não se pode esperar grandes alterações no próximo dia 26 e verdade seja dita a actual chefe de Estado tem a seu favor o crescimento económico e a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros, não obstante haja muita corrupção dentro do Partido dos Trabalhadores. 

Sem comentários:

Share Button