Etiquetas

domingo, 26 de outubro de 2014

Ganhou Dilma. Perdeu o Brasil?

A actual Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, venceu a segunda volta das presidenciais brasileiras por pouco. A chefe de Estado obteve 51% enquanto Aécio Neves ficou-se pelos 48%. Tal como indicaram as sondagens ao longo da semana este acto eleitoral ia ser muito renhido e o vencedor ganharia à justa. A expressão eleitoral mostra que o Brasil pretendeu mudar, mas não arriscar. Ou seja, era um risco se o candidato social-democrata fosse para o Palácio do Planalto. No fundo os brasileiros quiseram manter Dilma com medo do desconhecimento em relação às políticas de Aécio. 

Por outro lado é notório que Dilma já não é uma voz unânime em todo o país muito por culpa do escândalos que ligam membros do PT. Provavelmente o Brasil perdeu a oportunidade de mudar para melhor. Não é que esteja mal, mas as actuais circunstâncias exigem alterações a todos os níveis. Em termos económicos, políticos e internacionais. Com Aécio Neves no poder uma grande fatia da população sabia que haveriam mudanças nestes sectores.Estando Dilma à frente da presidência tudo vai ficar na mesma durante mais quatro anos. 

Escrevi num post de antevisão do acto eleitoral que Aécio Neves não iria capitalizar votos que lhe permitissem uma candidatura em 2018. Perante os resultados de hoje dou a mão à palmatória e penso que o ex-governador de Minas Gerais deve fazer sombra ao executivo de Dilma Rousseff. 

Sem comentários:

Share Button