sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Eles não gostavam do Paulo Bento

A primeira convocatória de Fernando Santos para o particular com a França e o jogo de apuramento para o Euro 2016 com a Dinamarca deve ser analisada.

Em primeiro lugar porque o novo timoneiro da selecção chamou 11 caras novas em relação à última convocatória para o jogo contra a Albânia. Goste-se ou não das escolhas a verdade é que os maus resultados estão ligados às opções quase sempre desastrosas de Paulo Bento. Ora, num ápice desaparecem Miguel Veloso e Raúl Meireles bem como Ricardo Costa. Três jogadores que foram ao Brasil fazer rigorosamente nada. 

Em segundo lugar há os regressos de Danny, Tiago, Ricardo Carvalho e Ricardo Quaresma. Quero sublinhar que a chamada de Ricardo Carvalho foi um erro porque a atitude do central não foi para com Paulo Bento, mas desrespeitou a FPF. No entanto, saúda-se os regressos de Danny, Tiago e Quaresma, três jogadores que têm lugar em toda e qualquer convocatória. Um porque é o único número 10 de raiz, o outro é um médio de excelência e Quaresma é um mago com a bola, podendo ser alternativa a uma má exibição de Nani ou mudança de posição por parte de Cristiano Ronaldo. Estes jogadores estão de regresso depois de se terem incompatibilizado com o seleccionador e negado qualquer contributo a uma selecção orientada por alguém que deve causar muitos problemas por onde passa. Não é normal na primeira convocatória pós-Bento que os quatro nomes em questão fizessem questão de estar novamente disponíveis. O que Danny, Tiago e os Ricardos não queriam era estar às ordens de Paulo Bento. 

Em terceiro lugar parece que temos jogadores. Afinal não há falta de soluções, o antigo seleccionador é que fazia questão de ir eliminando as opções consoante as suas indisposições pessoais. 

Há claramente um novo ciclo na selecção. Um tempo em que os melhores são convocados independentemente dos agentes que os representam ou dos compadrios. E também não é importante a questão clubistíca numa altura em que as equipas de segundo plano já começam a morder os calcanhares aos grandes. 

Sem comentários:

Share Button